Resenha

RESENHA: Extraordinário

extraordinário
Depois de ler duas sagas seguidas, eu resolvi ler a história de August Pullman e saber o que poderia ter de extraordinário nela. Tentei começar a leitura do livro na segunda-feira passada (10) , mas a volta às aulas não ajudou muito, então eu só fui ler mesmo no sábado (15) e terminei o livro no mesmo dia, batendo meu próprio recorde.

Resenha:
August ”Auggie” Pullman é um garoto de 10 anos que nunca foi a escola, porque passou boa parte da sua primeira década em hospitais, fazendo cirurgias em seu rosto. Por causa desse problema facial, Auggie é bem protegido pelos pais, Nate e Isabel, e sua irmã mais velha, Via. Mesmo com essa proteção da família, os pais de Auggie decidem que ele deve começar a ir para escola e o matriculam na Beecher Prep, é claro que, ao saber da notícia, Auggie não gosta nem um pouco da ideia e acaba chorando. Porque o maior, se não o único, motivo dele não querer ir para a escola é a maneira que as pessoas reagem ao olharem para seu rosto, espantadas e depois não conseguem mais encará-lo por muito tempo. Isso só acontece porque o rosto de Auggie, mesmo tendo passado por 27 cirurgias faciais, é muito diferente das outras pessoas. Mas, mesmo não querendo estudar em uma escola e preferindo continuar com as aulas em casa com sua mãe, Auggie acaba aceitando ir conhecer a Beecher Prep para decidir se ele não quer mesmo se dar uma chance de ter uma nova rotina na vida. Ao chegar na escola, com a mãe, ele conhece o diretor, senhor Buzanfa e é apresentado para três crianças que serão seus colegas de classe, Jack Will, Julian e Charlotte.

Os três são encarregados de apresentar a escola para Auggie e é durante esse passeio pela Beecher Prep que ele tem a primeira impressão sobre seus guias: Charlotte adora falar e acaba se empolgando em algumas explicações sobre a escola, diferente de Jack Will que não fala muito, mas está sempre atento nas conversas do grupo e Julian, que após deixar Auggie incomodado com uma pergunta, demonstra que não é um mar de rosas, como aparenta para os adultos. Após o rápido tour pela escola, Auggie e as outras crianças voltam para a sala do senhor Buzanfa e ele diz para a mãe que quer ir embora. Em sua casa, mesmo com as perguntas nada discretas de Julian, Auggie diz para os pais que quer ir para a escola, é claro que todos ficam felizes e apreensivos aos mesmo tempo, mas todos dão apoio para o garoto enfrentar esse novo desafio em sua vida. O primeiro dia de aula é, em parte, como todo primeiro dia para uma criança em um colégio novo, você fica tímido e não conversa com ninguém, a única diferença que Auggie enfrentou foi algumas crianças o olhando espantadas e com receio de se aproximarem. Charlotte e Jack Will até olham para Auggie e o cumprimentam, mas não ficam andando com ele pelos corredores. A única pessoa que se aproxima do garoto é Summer, que pergunta para Auggie se ela pode se sentar com ele, que estava sozinho, durante o almoço. E é a partir desse primeiro contato que uma das primeiras amizades de Auggie começa.

Extraordinário

Os capítulos do livro são curtos e ele é dividido em 8 partes, cada uma dessas partes é contada por uma pessoa diferente e isso deixa a história melhor. Ver acontecimentos que não envolvem tanto o Auggie e também a percepção de outros personagens sobre o problema dele é um fator que deixa a história muito mais interessante. Uma das partes mais legais é a da irmã de Auggie, a Via, porque mostra que ele não é o único que sofre naquela família e que, mesmo amando o irmão, a garota também tem alguns momentos em que fica incomodada com a atenção exagerada que os pais dão para o Auggie e o que alguns de seus amigos podem falar dela ao conhecerem seu irmão.

Extraordinário é um livro simples, mas que ensina muitas coisas, principalmente sobre gentileza. E é perfeito para se passar a tarde lendo, vai que você termina ele em um dia como eu.

EXTRAORDINÁRIO
Título original: Wonder
Autora: R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 318

Por: Yasmim Bragaia

Anúncios

7 comentários em “RESENHA: Extraordinário

    1. Oi Tayná, esse livro merece o título que carrega. Vou dar uma olhada na sua resenha, esse sorteio foi mais um prêmio porque ganhar Extraordinário… Concordo com você, mais pessoas precisam ler!!! O Auggie é uma graça, quis trocar de lugar com a Via em alguns momento.

      Yasmim

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s