Resenha

RESENHA: O Cão dos Baskerville

capa_FINAL

Olá, pessoas!

Pois bem, depois de uns quase, se não me engano, dois meses, consegui terminar O Cão dos Baskerville! Mas não porque foi um livro chato e difícil de terminar, mas porque eu estava ocupada e com a mente cheia de coisas e enfim, demorou, haha. Porém, farei, sem mais delongas, a resenha deste que é um dos melhores livros de mistério do mundo!

Resenha:

O Cão dos Baskerville foi escrito por Sir Arthur Conan Doyle, publicado em 1902. Este é um dos quatro romances narrados pelo o Doutor Watson sobre as aventuras do primeiro e único detetive consultor do mundo, Sherlock Holmes.
A história começa quando um homem vai até o 221B em Baker Street, o famoso endereço de Holmes e Watson, para procurar ajuda em um caso extremamente singular. O homem se chama Dr. Mortimer e era o médico de Sir Charles Baskerville, um homem idoso, rico e bem apessoado que morava no Solar Baskerville, uma mansão de mais de 500 anos de tradição, abrigando todos os outros Baskerville. Porém, quando Sir Charles morre por motivos suspeitos e em um lugar estranho (um ataque cardíaco do lado de fora de sua mansão, a noite), Dr. Mortimer não pode deixar de se lembrar de uma lenda que aterrorizava a tradicional família chamada “O Cão dos Baskerville”. Resumidamente, a lenda dizia que um enorme cão de poderes sobrenaturais havia matado, há muitos anos, Hugo Baskerville, um dos antepassados da família e por causa de uma maldição, este cão iria matar todos os outros integrantes da família.
Claro que a primeira suspeita de Dr. Mortimer é achar que Sir Charles havia sido morto pelo o cão sobrenatural, mas Holmes e Watson acham diferente. Porém, o que acaba preocupando ainda mais o Dr. Mortimer é a chegada do jovem Henry Baskerville ao Solar da família, o único herdeiro da mansão e ingênuo a lenda do cão. O médico se preocupa com a segurança de Henry e pede a ajuda de Holmes.

Houn-53_-_The_coal-black_Hound_(Hound_of_Baskervilles)

Ilustração de Sidney Pegeat, em 1902

Como todos os eventos deste caso ocorrem fora de Londres e Holmes se diz muito ocupado com outros casos para acompanhar o Dr. Mortimer e Henry Baskerville até o Solar, ele manda Watson em seu lugar e é com isso que a história realmente começa.
Assim como a maioria dos contos e romances de Sherlock Holmes, esta história é narrada por Watson e é nesta história em específico que ele se destaca, afinal, em todas as outras aventuras envolvendo o detetive, o médico acaba ficando um pouco apagado, servindo, muitas vezes, apenas como um narrador. Porém, neste romance, é muito interessante vê-lo tomando as próprias conclusões sobre o caso, suas próprias atitudes e, claro, fazendo suas próprias deduções. Durante a maior parte da narrativa, não vemos nem sinal de Holmes e isso faz com que Watson realmente se desenvolva como personagem.
O livro é de rápida leitura, apesar de muitas vezes a linguagem não ser exatamente a mais acessível, com um vocabulário mais rebuscado do que estamos acostumados, mas em nenhum momento de difícil entendimento. Entretanto, esses são apenas detalhes quando é provocada uma grande curiosidade no leitor fazendo com que ele sempre queira ler mais!
Eu posso dizer com confiança de que este livro é o meu favorito – até o momento – , das aventuras de Sherlock Holmes. O caso é surpreendente, cheio de reviravoltas, muito misterioso e sombrio. Na edição que eu tenho (a edição comentada da Zahar), é dito no começo que essa foi uma das histórias mais assustadoras da época. Por conta de nossas experiências hoje em dia com filmes de terror e muitos outros livros de suspense, fica um pouco difícil de se acreditar no quanto este caso pode ser assustador, porém, não pense que o livro não irá te deixar tenso mesmo assim! É uma maravilhosa história de suspense.
O livro já foi adaptado em filmes, especiais de rádio, peças de teatro e até séries para a televisão.

capa sherlock vol8 fim_Layout 1

A edição comentada e ilustrada da Zahar, cheia de curiosidades muito interessantes sobre a história e sobre Sherlock Holmes!

Hound_of_the_Baskervilles_by_MsGolightly

O CÃO DOS BASKERVILLE
Título Original: The Hound Of The Baskervilles
Autor: Sir Arthur Conan Doyle
Editora: Zahar (mas também pode ser encontrado em outras editoras)

Até mais!

Por: Gabriela Bastos

Anúncios

2 comentários em “RESENHA: O Cão dos Baskerville

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s