Livros · Resenha

RESENHA: A Court of Thorns and Roses

Oi gente, tudo bem?

Esse foi o primeiro livro que eu comprei e li lá em Londres. Já tinha lido Trono de Vidro antes de viajar e estava ansiosa por mais um livro da autora, ela ganhou meu coração. A escrita em inglês é bem tranquila e se você não entende alguma palavra, dá pra pegar pelo contexto. Recomendo esse livro para um leitor intermediário/avançado no inglês.

img_1449

Depois de uma guerra entre os seres místicos e os humanos, finalmente há uma trégua. Ambos consegue coexistir no mesmo mundo, mas a tensão ainda está presente. E no meio de tudo isso, conhecemos Feyre, que é uma jovem pobre que tem de sustentar suas irmãs e seu pai, que está incapacitado fisicamente. Ela caça na floresta e tenta sobreviver da melhor maneira possível, até o dia em que ela mata um lobo na floresta. O que ela não sabia era a verdadeira identidade do lobo. Um ser místico da corte das fadas.

A partir desse incidente, a vida de Feyre mudará para sempre. Ela tem duas escolhas: Uma vida por outra, ou seja, ela deve morrer, ou, ela pode ir viver na corte junto com Tamlin. Ele é o “lorde” da corte da primavera e também é lindo, inteligente e tudo mais (não é mesmo, Sarah?). Feyre não tem muita certeza se deve ou não ir, pois fez uma promessa há muitos anos à sua mãe de que ela cuidaria das irmãs, então se ela morrer a promessa não será quebrada, mas se ela for, acabará dando as costas a tudo que ela conhece e ama.

Quando o pai insiste que ela vá, fique segura e viva, Feyre se vê morando entre as fadas mascaradas e cercada por uma maldição maior do que tudo e todos. Deverá ela ajudar um povo que por muitos anos exterminou sua raça? Deverá ela dar as costas a sua família? Poderá ela se apaixonar por seu próprio raptor? O homem que a levou de sua família, mas que ao mesmo tempo é tão gentil e amigável?

img_1450

Não quero dar muitos detalhes e spoilers, pois o livro é bem rápido de ler e muitas coisas acontecem. Conhecemos outros personagens adoráveis, como Lucien, o braço direito de Tamlin e outros personagens assustadores e cruéis. Eu achei o plot bem interessante e estou ansiosa para ler o segundo livro e saber o que vai acontecer com esses personagens encantadores. Ah, acho que já deu para perceber que a história é bem parecida com A Bela e a Fera, então foi mais um ponto positivo para a história 🙂

A minha edição tem uma capa maravilhosa, mas deixa a desejar por ser em paperback, ou seja, muito delicada e amassa fácil. Eu já me acostumei, pois na Inglaterra só conseguia comprar livros assim ou em hardcover (que são um pouco mais caros). Cadê a brochura, meu povo? 

img_1451

4foninhos

Título em português: Corte de Espinhos e Rosas / Autor: Sarah J Maas / Editora:  Bloomsbury / Número de Páginas: 432 / Ano: 2015

Isabela

Anúncios

2 comentários em “RESENHA: A Court of Thorns and Roses

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s