Livros · Resenha

RESENHA: Trono de vidro

Oi gente, tudo bem?

Eu estou LOUCA depois desse livro. Sério, foi um livro tão bem escrito e detalhado! Já vou começar o post com: COMPREM. Vocês não vão se arrepender. Eu nunca tinha lido nada da Sarah J Maas, mas já amei a escrita e quero muito os outros livros da saga, tipo, pra ontem. É um livro bem rápido, ainda que tenha 390 páginas. Eu acho que li em três dias e tive uma ressaca literária daquelas.

img_1434

Tudo começa em nas minas de sal de Endovier, onde nossa protagonista, Celaena Sardothien, está presa. Ela é uma assassina famosa em Ardalan, pois com apenas 18 anos já conquistou uma reputação e tanto. Infelizmente, Celaena foi traída e capturada, por isso se tornou uma escrava nas minas de sal, até que é recrutada para uma missão: Ser a campeã do príncipe Dorian. A competição consiste em: passar por diversas provas e competir com vários assassinos e ladrões para se tornar a campeã oficial do rei e receber sua liberdade depois de alguns anos de serviço. Tudo parece razoavelmente bem para Celaena, afinal, ela é boa no que faz e sabe que pode ganhar a competição. Só que um grande mal assombra o castelo e vários competidores começam a morrer durante a competição. Como a pessoa corajosa que é, ela começa a investigar esses assassinatos. Quer entender seus padrões e evitar ser a próxima. A magia há muito desapareceu de Erilea, mas depois que algumas marcas estranhas começam a aparecer, Celaena cria suas próprias teorias.

Em todo seu percurso para ganhar as provas, Celaena se passa por uma ladra de joias, não revelando sua verdadeira identidade, assim poderá ter uma carta na manga quando precisar. Quem a treina é o capitão da guarda, Chaol, que é amigo próximo do príncipe. Ele é meu amorzinho nesse livro.  E o engraçado é que o livro tem romance, mas não é focado nele. Celaena gosta de flertar com os dois, príncipe e capitão, mas em momento algum admite amar um dos dois ou quer abandonar a ideia de liberdade por eles. Ela está muito mais focada em lutar, vencer e ser livre. Ela também faz uma amizade muito bonita com uma princesa de um reino ameaçado, e, juntas, as duas têm uma força incrível.

Eu achei a premissa muito boa. Tem tudo: romance, magia, sangue, fantasia. É um ótimo livro. A personagem principal é bem completa, pois, apesar de ter sua reputação como maior assassina do reino, ela também se mostra frágil e insegura em diversos momentos. Além disso, ela pode parecer super durona, mas adora roupas e festas como outras garotas, e em nenhum momento a autora dá um ar fútil à personagem.

ThroneofGlassAUSWallpaper1366x768_zpsc64e5100

Trono de vidro é o primeiro livro de um saga e eu estou muito ansiosa para ler sobre as próximas aventuras de Celaena, Chaol e Dorian. A relação dos três é engraçada e ainda não caiu naquela coisa chata de triângulo amoroso (ainda, eu não sei nos outros livros). A assassina é uma protagonista extrovertida, corajosa e muito fácil de se gostar. Quem leu A Mediadora, sabe do que eu estou falando. Novamente, recomendo o livro! Leiam e me contem o que acharam nos comentários 🙂

img_1438

5foninhos

Título Original: Throne of glass / Autor: Sarah J Maas / Editora: Galera Record / Número de Páginas: 392 / Ano: 2013

branco

Anúncios

4 comentários em “RESENHA: Trono de vidro

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s