Livros · Resenha

RESENHA: A garota no trem

Oi gente, tudo bom?

Como prometido, aqui estou eu com uma nova resenha para começar o mês de outubro muito bem! Espero que gostem ❤

Eu comprei esse livro no ano passado, na Black Friday, e estava bem ansiosa para ler (a premissa é bem interessante), mas como o tempo tá passando muito rápido, só consegui ler agora (li em maio!). O segundo motivo foi o lançamento do trailer da adaptação, que está bem misterioso. Bom, eu já vou decretar: AMEI O LIVRO. Faz muito tempo que eu não lia algo tão envolvente, devorei 370 páginas em quatro dias. Trabalhando e tudo. Fiquei bem feliz, pois a premissa não engana e o mistério é realmente muito bom. Para ser sincera, gostei mais do começo e do meio, nos quais eu ainda não desconfiava de quem podia ser a culpa, cada capítulo me fazia querer ler o próximo e criar as minhas próprias teorias. Ok, chega de falar e vou resenhar o livro para vocês!

img_1429

O livro se divide em capítulos por pontos de vista. A personagem principal é a Rachel, uma mulher na casa dos 30, alcoólatra e divorciada. Depois temos Megan, a garota na qual é baseado todo o mistério do livro (é ela que desaparece). Megan é uma mulher bonita, casada há pouco tempo, mas com um passado obscuro. E, por fim, temos Anna, a amante, ambiciosa e fria, é com ela que o marido de Rachel, Tom, tem um caso.

Tudo começa com Rachel, que, mesmo depois de perder o emprego, pega um trem todos os dias para ir a Londres. Em todas as suas viagens, o trem para em um semáforo, e, de lá, ela consegue ver a casa, onde morava com seu ex-marido, e uma outra casa, alguns números depois. Nesta outra casa, moram Megan e Scott (aos quais ela nomeia “Jess e Jason”), Rachel cria uma vida fictícia para os dois e todos os dias os observa do trem. Até que em um desses dias, pouco antes de Megan desaparecer, ela vê uma cena um tanto inusitada na casa de Megan. E isso pode, ou não, ser a chave para todo o mistério que vem a seguir.

Megan desaparece algumas hora depois e os dias que se seguem são um inferno na vida de Rachel. Ela já tem diversos problemas com suas perseguições e telefonemas para o ex-marido, mas agora ela se vê envolvida de todas as formas possíveis, pois ela estava lá no dia que tudo aconteceu, o grande problema é: Rachel bebe demais e tem lapsos de memória, grandes buracos negros na mente e não é considerada uma testemunha confiável. Nós mergulhamos no mundo dessas três mulheres, que de uma forma bem estranha, são interligados. Todos podem ser suspeitos: o moço bonzinho que te ajudou no trem, o seu marido, o vizinho, o terapeuta, a amante, um homem aleatório. Tudo é possível. Ninguém é confiável. Muito menos uma alcoólatra com lapsos de memória, mas um bom drama nunca é tão óbvio assim. Ou será que é?!

img_1432

Os personagens são bem complexos, cheios de problemas bem reais. Megan é uma personagem que não é nada do que parece, nada é suficiente para alguém que perdeu tudo. Ela é uma pessoa difícil e é bem complicado entender seus motivos para fazer o que faz (estou até agora tentando). Já Rachel é uma personagem muito fácil de se identificar, ela só quer resolver tudo e seguir com a sua vida, mas cedeu ao vício e não sabe como voltar atrás. É o típico exemplo de pessoa que se perdeu 😦 Anna, por outro lado, é uma mulher fria, só se importa em ter a família perfeita e não quer que ninguém estrague isso.

A garota no trem é um thriller que eu indico a todo mundo. É um livro bem completo, no qual todos os pontos importantes são amarrados no final. Paula Hawkings, a autora, criou um ótimo pano de fundo, com poucos personagens e um cenário diferenciado. Não é todo dia que lemos uma história que se passa em um conjunto de casas ao lado da linha do trem. Tenho muitas esperanças de que a adaptação literária será fiel ao livro, ou que pelo menos mantenha essa linha de raciocínio da autora.

img_1433

Título original: The Girl on the Train / Autora: Paula Hawkins / Nº de páginas: 378 /Editora: Galera Record / Ano: 2015

5foninhos

branco

Anúncios

2 comentários em “RESENHA: A garota no trem

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s