Livros · Resenha

RESENHA: Príncipe Mecânico

Oi gente, tudo bom?

Eu postei (semana passada, eu acho) a resenha de Anjo Mecânico e hoje vim para contar um pouquinho sobre o segundo livro da trilogia As peças infernais para vocês! Eu fiquei bem empolgada para ler o segundo livro, por isso nem dei um tempo entre os dois. Comecei a ler no carnaval, mas as 150 primeiras páginas foram meio blah para mim, e eu fiquei meio preocupada :s E então, do nada, a próxima página mudou tudo! A história tomou forma e começou a ficar bem interessante e prendeu minha atenção. Acho que esse livro foi feito exatamente para ser um elo entre o primeiro e o último (ah, jura, Isa?), porque ele não nos apresenta muito sobre o Magistrado e tanto sobre o drama de quem a Tessa realmente é, mas fala sobre família, o segredo de Will e tem muito romance também.

12746172_887531418031550_1164238830_n

Eu já disse umas mil vezes e vou continuar repetindo: Sou péssima em resenhar continuações. Não sei bem como evitar muitos spoilers, mas vou tentar!

A história continua com a busca do Magistrado por Tessa e sua sede de poder, o que inclui dominar o Instituto de Londres e até mesmo a Clave. Além disso, Benedict Lightwood deseja tirar Charlotte do comando, ele quer vingança por segredos do passado e acha que assim conseguirá feri-la. Posso afirmar que o máximo de ação que temos nesse livro são algumas cenas de luta isoladas, creio que a Cassandra está guardando o melhor para o final.

Como eu disse antes, o segundo livro procurou retratar o lado emocional de cada personagem. A história toda foi focada em nos mostrar o triângulo amoroso formado por Tessa, Will e Jem. Eu pensei que a autora não ia conseguir fazer a Tessa ficar dividida de um jeito que fosse ok, mas ela conseguiu. Ela descreveu Jem e Will com incríveis personalidades e é impossível não torcer pelos dois, apesar do Jem ser meu favoritinho ❤ haha

A autora também nos apresenta outros personagens e os explora com mais afinco, Magnus aparece bastante, roubando a cena como sempre. Também me encantei por Gideon Lighwood, ele parece legal. Nathaniel Gray, irmão de Tessa, volta e trás com ele muita destruição. Como não odiar esse cara?

Eu sei que estou sendo meio vaga, mas esse livro realmente é sobre amor, fraternidade, mentiras, traições e um quê de mistério. Só lendo para saber. Se você já leu Anjo Mecânico, corra para ler Príncipe Mecânico.

12714241_887531421364883_1532685109_n

Eu dei quatro estrelas ao livro, devido àquelas 150 páginas do começo. Não sei se fui eu ou o livro, mas demorei um pouco para me empolgar na leitura. Eu acho que essa trilogia foi uma ótima opção para começar o ano de 2016! Estou ansiosa para ler Princesa Mecânica (já tenho o exemplar em casa) e quero muito fazer um apanhado geral na última resenha. Acho que ela vai ser um pouco mais completa.

Vivemos e respiramos palavras. […] Foram os livros que fizeram com que eu sentisse que não estava completamente sozinho. Eles podiam ser sinceros comigo e eu com eles. – Will Herondale

Título original: Clockwork prince / Autora: Cassandra Clare / Editora: Galera Record / Nº de páginas: 406 / Ano: 2013

Fones - Copia (3)

***

Obrigada por nos seguir!

Já conhece todas as nossas redes sociais?

Facebook: Fones e Páginas Amarelas

Instagram, twitter e snapchat: fonesamarelos

Post e fotos por: Isabela Sobo

Anúncios

3 comentários em “RESENHA: Príncipe Mecânico

  1. Pingback: BOOK HAUL: London

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s