Livros · Projeto · Resenha

Leia um clássico: Hamlet #1

Oi gente, tudo bom?

Há algumas semanas eu comecei a ler Hamlet e eu não sei por que demorei tanto para acabar. É um livro bem curtinho e rápido de ler, ah, e é incrivelmente trágico. Não sei nem como começar essa resenha, pois o livro parece se passar em apenas um momento de tão rápido que é. Essa sensação é comprovada pelo fato do livro ter sido escrito em formato de peça, ou seja, é realmente um momento só.

Posso dizer que mais uma vez não me decepcionei com a escrita de Shakespeare (já li Um sonho de uma noite de verão e Macbeth), os diálogos e monólogos me encantam de uma forma inexplicável. Penso que a excentricidade do autor é a fonte de ouro de sua tão aclamada fama.

IMG_8058

Enfim, vamos à resenha (comentário).

Tudo começa na Noruega/Dinamarca com o assassinato do rei Hamlet (pai). Ele era um rei bom, justo e o povo o amava. Hamlet (filho) é o que mais sofre com a perda do adorado pai. As coisas estão indo, nem bem nem mal, até que uma sombra aparece e começa a assombrar os súditos e amigos de Hamlet, que o chamam para comprovar a tal situação. A sombra nada mais era do que o pai dele, tentando passar uma mensagem: Há um traidor no reino. Um usurpador. Um assassino. Hamlet fica intrigado, mas logo tem certeza de quem é o tal homem. Seu tio, irmão de seu pai, foi eleito rei e casou-se com a esposa e rainha do falecido rei. Uma posição muito suspeita.

O enredo é baseado na vingança de Hamlet e na tentativa do novo rei provar a loucura do sobrinho. Ambos querem se destruir. A peça tem muitos monólogos sobre vida e morte, sobre traição e valores morais. Não consegui enxergar a história como um romance em nenhum momento, é realmente uma tragédia, cheia de mortes e tristeza. A beleza está no modo de falar da época, na emoção com a qual cada personagem declama suas falas e transpassa seus anseios e desejos. Mesmo sendo uma leitura e não o teatro em si, podemos imaginar o palco e cada ator dando vida aos personagens tão bem construídos por Shakespeare.

IMG_8064

Algumas das minhas partes favoritas! Aproveitem 😉

QUOTES

Sabes bem que é um destino invariável; tudo quanto vive há de morrer, e este mundo é uma ponte para a eternidade.

Duvida que do céu a abóbada azulada / Tenha esferas de luz de um mágico esplendor, / Duvida seja o sol o facho da alvorada, / Duvida da verdade em tua alma gravada, / Mas não duvides nunca, oh! nunca, deste amor.

Ser ou não ser. Eis o problema.

Ficha Técnica: Autor: Shakespeare / Ano: 2004 (a minha edição)/ Editora: Átomo / Coleção: Série Raízes Clássicas / Páginas: 184

Foto e post por: Isabela Sobo

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s