Livros · Resenha

RESENHA: Dragões de Éter – Círculos de chuva #1

Oi gente, tudo bem?

Antes de tudo eu preciso dizer duas coisas: 1. Essa resenha contém SPOILERS e 2. Essa resenha faz parte do desafio Leia um Nacional, feito pela Gabi nesse post

Prontinho!

Quarta-feira passada eu fiz um post sobre filmes franceses, mas logo no comecinho falei que ia ter resenha logo e cá estou eu. Eu não tenho palavras para descrever o que eu senti com esse livro. Ler uma série ou trilogia é um dom para o leitor, assim como escrevê-las é para o escritor. Eu já tinha lido os dois primeiros e amei! Você pode encontrar as resenhas aqui: Caçadores de Bruxas/Corações de Neve. Bom, mas quando eu cheguei ao terceiro volume: BOOM. Comecei a ler em dezembro, antes de ir viajar (dia 23), e só consegui terminar dia 29/01/2015! O que aconteceu? Eu não faço a menor ideia. Tudo estava indo bem e, de repente, o Draccon perdeu meu interesse e atenção. O último livro acabou com alguns dos meus personagens favoritos, apresentou inúmeros novos (o que eu achei exagerado), eram muitas histórias! Tudo bem, elas estavam muito bem interligadas, mas em alguns momentos eu esquecia o nome de alguém. Principalmente quando chegou na parte da Primeira Guerra, mas isso é assunto para o fim da resenha. Continuem lendo…

IMG_3742

Tudo começa por um motivo, um acontecimento interessante: O novo avatar pode estar entre o povo Arzallino. Quem é ele? Onde ele está? Ele não é ninguém mais, ninguém menos do que Jack (isso mesmo: O João do pé de feijão hehe). E ele foi levado para o mundo gigante, supostamente por vontade própria, mas seu pai, o ex-capitão Gulliver, o quer de volta e comunica o Rei dos reis, Rei Anísio, sobre sua vontade. O rei por sua vez sabe que o pacto entre os reinos foi quebrado, nenhum gigante deveria descer ao mundo humano e vice-versa. A tensão aumenta e podemos pressentir que a guerra é inevitável.

Legal, ele tinha um grande enredo em mãos, mas…

Axel e Maria terminaram. Eles eram o casal mais fofo (depois da Liriel e do Snail!) e agora não se falam, pois Axel foi atrás de sua noiva prometida (uma ”fada” que não tem nenhum costume em comum com os humanos), enquanto Maria permanece em Arzallum, dando aulas na Escola Real e dividida entre os senhores Don Juan e Giacomo Casanova. Nesse momento eu comecei a perder o interesse ”romântico” na história como um todo.

Outra coisa que me irritou: isso provavelmente aconteceu antes do que eu contei aí em cima, mas… Muralha morre. E o livro foi tão confuso que eu descobri quem o matou, mas não exatamente o porquê. Isso pode ter acontecido porque eu comecei a ficar atrapalhada tentando ligar os acontecimentos…

Bom, Ariane continua com seus treinamentos e as reuniões do Coven, ela progride muito e nós acompanhamos isso. O que me chateou foi o ”fim” do João. Ele era um dos meus personagens favoritos, mas seu caráter se perdeu ao longo da história, não só pela tentação e seus desejos primitivos/instintivos, mas por outras escolhas que um homem de honra não faria. Talvez o Draccon tenha mesmo tentado provar que mesmo as melhores pessoas têm defeitos, não sei dizer, mas isso me chateou um pouco.

Capitã/Lorde Bradamante: Essa mulher é incrível. Ela é a prova viva de que uma mulher sozinha pode mover montanhas, mas que também pode-se aprender muito com um homem e com o homem certo. Ela representa o feminismo em uma época em que a mulher não tinha voz e também é a inteligência de um exército. Com certeza um dos pontos positivos do livro.

Liriel e Snail: Hmm, difícil falar desses dois. Eu amo o casal desde o momento em que eles se conheceram e queria muito um final ”feliz” para os dois. Acho que o Draccon deixou para a nossa imaginação e isso foi ok da parte dele, porque na minha eles se perderam nos mares juntos e foram muito felizes.

Meu último comentário (prometo!): A guerra. É muito bem detalhada, você vai ler sobre o solo, o ar e sobre a urina do soldados. Muitas vezes. Eu já li livros de ação que possuem cenas de guerra (adoro sangue jorrando), mas essa guerra me deu um pouco de sono. Meu ódio começou porque ninguém tinha a mínima certeza de que o tal do Jack era a droga do o Avatar e todos começaram uma guerra de proporções mundiais por causa dele. Milhares morreram sem um objetivo concreto. Arzallum provou sua posição de poder máximo? Sim. Só não vou contar se eles tinham razão ou não.

A última cena foi de fazer o coração sair pela boca de tão louca. Com certeza terá uma continuação, apesar do tempo de lançamento entre os livros. Em geral eu não odiei (ódio é uma palavra muito forte) o livro, só fiquei insatisfeita com alguns acontecimentos. Eu amo contos de fadas, apesar de não ter gostado da mescla desse último. Recomendo a trilogia para você que é paciente e ama detalhes (tem que amar mesmo, viu!? Porque eu sou detalhista e olha o que aconteceu).

E eu, assim como outros leitores (li muitas resenhas para ver se eu estava ficando louca ou não) percebemos os furos da história: Axel recruta pessoas para a guerra sem saber da guerra, rei Anísio ”ajudou” Axel a ganhar o campeonato de pugilismo?, quem foi que marcou o lobo da história da Ariane?, entre alguns outros.

IMG_3745

E Draccon, se você ler essa resenha, não me odeie. Eu amei conhecer você e a sua série. Comprarei os outros livros, porque eu não costumo desistir tão fácil assim de um autor 🙂

Autor: Raphael Draccon / Páginas: 534 / Editora: Leya / Ano: 2010

IMG_3749

Os bonequinhos de ação da LEGO têm absolutamente tudo a ver com a história, guerra e tal hehe

Por: Isabela Sobo

Anúncios

3 comentários em “RESENHA: Dragões de Éter – Círculos de chuva #1

  1. Oee, gostei da sua resenha…achei um pouco confuso o livro mesmo, porém gostei bastante.
    Foi mesmo o Mestre Ira que matou o Muralha !? Ficou meio chato mesmo o Axel e a Maria ficarem separados…gente e o Merlin é mesmo filho da Rapunzel ?!!? o.O É certamente teremos alguma continuação…

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s