Resenha

RESENHA: Os Elefantes Não Esquecem

Olá, pessoas!

capa-elefantes-nao-esquecem

Hoje a resenha é sobre o clássico do mistério, “Os Elefantes Não Esquecem”! O livro foi publicado em 1972 e foi um dos últimos romances publicados por Agatha Christie antes de sua morte.

O romance policial é protagonizado por um dos personagens mais famosos da autora, o detetive belga Hercule Poirot. O detetive faz participações em simplesmente 33 romances, uma peça de teatro e mais de 50 contos escritos por Agatha Christie! E é seu personagem mais famoso.

Poirot faz companhia a outra personagem recorrente nos romances de Agatha Christie, a escritora de romances policiais Ariadne Oliver. Os dois são os principais detetives de uma história intrigante sobre memória, marcas do passado e elefantes.

flat,550x550,075,fHercule Poirot

Tudo começa quando uma mulher curiosa e um pouco bisbilhoteira chamada Sra. Burton-Cox vai até Ariadne Oliver em um jantar dado em homenagem a escritora para lhe perguntar sobre um assassinato que ocorrera a muitos anos envolvendo os pais de Celia, afilhada da Sra. Oliver e futura nora da Sra. Burton-Cox. Os pais de Celia ficaram conhecidos por terem cometido um suicídio duplo quando a filha era apenas uma criança e a dúvida da Sra. Burton-Cox, preocupada com quem seu filho poderia estar se casando, é a razão por trás das mortes. E para a surpresa da Sra. Oliver, ela não tem muita certeza do por quê, além de achar, como todos os outros, que havia sido um pacto de morte entre os dois.

Curiosa e também irritada pela a audácia da Sra. Burton-Cox, a Sra. Oliver procura Hercule Poirot e pede sua ajuda para descobrir o verdadeiro motivo por trás do duplo suicídio dos pais de sua afilhada. O problema eram os vários anos que havia se passado desde quando a tragédia ocorrera, além do fato de que existiam poucas provas do que de fato acontecera. Por isso, Sra. Oliver e Poirot se veem condenados a confiar nas confidências daquelas pessoas que tinham memórias como as de elefantes. Os animais conhecidos por não se esquecerem de nada.

O caso é construído em cima das pistas que os dois detetives recebem apenas por conta das lembranças de testemunhas ou pessoas que conheciam o casal na época da tragédia. Em muitos momentos todas as informações recebidas deixam o caso um pouco confuso, mas sem demorar, graças a fluidez rápida da história, o caso começa a ficar claro e a resolução final é extremamente interessante.

O livro é bem curtinho e de fácil leitura, além do caso realmente ser interessante. Por muitos não é considerada a melhor história de Agatha Christie e eu que infelizmente só li 3 livros da escritora, não posso comparar muito, mas compartilho dessa opinião. Porém, o propósito do livro é mesmo ser uma leitura leve sobre um caso interessante e rápido, não muito complexo e sem muitas reviravoltas como talvez outros mistérios de Agatha Christie sejam. Quando eu ler mais de seus romances, eu confirmo se é isso mesmo o que eu acho, haha!

Até a próxima!

OS ELEFANTES NÃO ESQUECEM
Título Original:  Elephantes Can Remember
Autora: Agatha Christie
Ano:
 1972
Editora:
 Nova Fronteira

 

Por: Gabriela Bastos

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s